08/01/09

Monkices - Capitulo

Este é uma nova série que inaugurarei aqui no meu blog. É uma mistura de "Irritando Fernanda Young" com "MONK". Bem, já iniciando logo com o pé na porta, me irrita ter que explicar as referências. Portanto, se vc não as tem, pode se atualizar no GOOGLE, vai por mim, vai valer a pena. (Agora, se vc não tem a referencia do que é o google, não sei nem como vc chegou até aqui). Bem, neste primeiro capítulo, minha primeira irritação/bizarrice pessoal é sobre o costume de algumas pessoas criarem outros usos para o nosso nome próprio. Eu detesto quem usa meu nome como vírgula ou como ponto de exclamação. É só prestar atenção, vocês vão ver que é mais comum do que a gente imagina. No caso da utilizacão como vírgula: geralmente são pessoas eufóricamente didáticas ou por algum motivo de auto-afirmação, logo lançam mão desta irritante aplicação não documentada em gramáticas. Ah, sim, e em algum momento a aplicacão vem precedida de um "entendeu" ou um "entende?". Estas pessoas, tem a necessidade, de, em cada momento de frases, como essa, substituir a vírgula pelo seu nome, quer ver? "Essas pessoas, Ana, tem a necessidade, Ana, de, "entende?" Ana, em cada momento de frases, Ana, como essa, Ana, substituir a vígula pelo seu nome, que ver, Ana?" Num é insuportável? Aposto que vocês sacaram e já até identificaram alguém assim. Ah! Me cansa!!! Vou comer!!!! Agora o outro uso. Talvez, um pouco mais irritante. A utilização do nome como exclamação. Neste caso, o sujeito está um pouco alterado e precisa provar um ponto; que você provalvelmente discorda dele, fez uma observação que o contrariou, ou, irritou o camarada mesmo. Então, ele solta: "Não é bem assim, Regina!" ou "Tá, Regina! eu já entendi, Regina!" ou simplesmente, " NÃO REGINA". Sabe como é? Neste caso, é um négocio meio autoridade matriarcal que ficou um pouco incrustada na pessoa, coisa bem que mãe faz quando quer chamar atenção, ou encher o saco. Deve até ser por isso que me irrita tanto. Me faz até gostar menos do meu nome, do tanto que me irrita. Por isso, amigos, pensem. Ainda mais se vc costuma me chamar por algum apelido, ou alguma abreviação(ai então!) usar um Patrícia com T-O-D-A-S A-S L-E-T-R-A-S, vai soar ainda mais irritante.

2 comentários:

Thaís Strieder disse...

Isso é engraçado!!! Por isso que gosta tanto de "Monk"...rsrsr. Mas todo mundo tem suas manias, agente entende a mania dos outros quando pensa nas nossas. Eu por exemplo quase enlouqueço com sons repetitivos.

ATC disse...

Tem que tratar! Tem que tratar!
Mas seu nome é bonito, Patrícia. Relaxa, Patrícia, tem que relaxar com essa coisa de nome, Patrícia.
Beijos, Patrícia.