25/01/09

Saudades de Luísa

Amiga Luísa; Tenho lembrado de você todos os dias nos últimos meses. De tudo que você me ensinou, desde tornar uma monografia decente, até que não é bom comer alimentos crus fora de casa quando se está grávida.E de tudo isso, a melhor frase que você me disse, e que hoje, definitivamente tenho a certeza de que isso me tornou outra pessoa, foi a seguinte: "Nós temos a mania de achar que só quem pode nos tirar a dor, é quem nos causou a dor. Não é verdade: só quem pode nos tirar a dor que sentimos, somos nós mesmos". Não sei se esta frase tem um autor, se deveria citá-lo. Mas quero dizer, que você é a autora dela em minha vida. E é tão bom, depois de um tempo, entender que isso não é tão difícil assim. É bom saber que isso está nas nossas mãos. Díficil é quando machucamos alguém e não podemos fazer nada para "desmachucar". E, mais difícil ainda é ver alguém machucado, e não conseguir convencê-lo de que o fim daquela dor só depende dele mesmo. Mesmo que a gente queria tirar a dor dos outros com as mãos, como quem extraí um dente dolorido. Mas que pensamento profundo, né, amiga? Se você estivesse aqui, a gente já já ia falar uma grande besteira, e transformar isso num exemplo sabonete, pra tornar a vida um pouco mais leve do que é. E rir muito juntas. Obrigada. Por tudo. Se ler isso, me liga. Tenho um convite especial pra te fazer. beijos e saudades.

3 comentários:

Anónimo disse...

para nao deixar de comentar O blog da camarada patricai é luxo, é e-mail, é TUDO!

Bela disse...

Beibaaa!
Voltei praticamente amarrada, pq eu nasci pra viver na Bahia, né? Afeeee! E essa chuva me mata!
E vc? Ta bem complexada? ó, deixei tarefinha de meme pra vc lá no blog. Vê se topa...
Beeeijo

Inês Cristina disse...

Amei o texto "Saudades de Luísa". Principalmente, em saber que você sabe que "Difícil é quando machucamos alguém e não podemos fazer nada para "desmachucar".